Artigos

Imagens e Palavras

(*) Claudemir Oribe é Mestre em Administração, Consultor e Instrutor de MASP, Ferramentas da Qualidade e Gestão de T&D. E-mail claudemir@qualypro.com.br.

05/02/2018

Resultado de imagem para metodo de analise e soluções de problemas



"O meio é a mensagem."
Herbert Marshall McLuhan Educador, filósofo e visionário da comunicação.


A comunicação é um dos mais poderosos instrumentos das relações humanas. Ela tem sido usada desde os primórdios da civilização como um elemento chave para a obtenção de recursos, as conquistas e para a evolução do conhecimento, proporcionando bem estar a todos os povos. A falta da comunicação adequada pode provocar confusão, pânico e despertar sentimentos negativos bastante fortes. Desde os escritos do livro de Gênesis sobre a Torre de Babeli , quando Deus impediu sua construção criando as línguas, até os dias de hoje, na era da informação, a comunicação está sempre presente e sendo empregada, para as boas e más obras.

No que diz respeito aos projetos de melhoria, a comunicação pode também ser um recurso fundamental para potencializar o desempenho dos grupos e, consequentemente, para o resultado propriamente dito. Ele permite a autogestão e, portanto, desenvolve pessoas. É preciso fazer pessoas antes de fazer produtos.

Segundo McLuhan – o grande visionário que previu a internet e criou o termo aldeia global, o meio é a mensagem. Então é preciso que o meio transmita de forma adequada para que a mensagem certa seja transmitida. E uma das melhores maneiras é por meio de recursos visuais, na forma de quadros de gestão à vista. Eles são simples e estão sempre visíveis, não dependendo de ter de acessá-los para serem lidos. Os quadros de gestão à vista já são muito empregados nas empresas para a gestão de resultados de maneira geral, podendo ser utilizados para a gestão da melhoria contínua.

Os objetivos dos recursos visuais na gestão à vista são muitos como, por exemplo, envolver, informar, lembrar, engajar, estimular, auxiliar a análise, inspirar, fomentar a participação, criar a sensação de pertencimento, impor ritmo, dar feedback e reconhecer resultados e o esforço. Embora não seja a intenção, elas também acabam ainda por cobrar e pressionar pelos objetivos e prazos pretendidos, porém, desde que de forma positiva.

Baixe o Artigo completo!!!

Faça o download deste artigo (PDF)

Somente clientes logados podem enviar comentários.

Comentários

Últimos Artigos

Descendo morro abaixo!

02/07/2018

Quando a busca pela melhoria é feita continuamente, o resultado é sempre o mesmo: queda após queda dos problemas.

With a little help from my friends

04/06/2018

Usar consultores para apoiar grupos de melhoria é uma boa alternativa para acelerar o aprendizado e resultados.

Projeto na ótica de um Projeto

03/05/2018

Uma análise dos projetos de melhoria com MASP na ótica do referencial de gerenciamento de projetos do PMBOK.

Causa Raiz: Induzir para Deduzir

04/04/2018

Deduzir soluções sem uma compreensão prévia do problema é como tirar coelhos da cartola. Porém, mágicas são ilusões e não milagres.

Ninguém perguntou!

05/03/2018

Informações e dados preciosos são ignoradas em processos fragmentados e divisões funcionais verticalizadas, ou omitidos pelo medo de que alguém faça algo útil com eles.