Artigos

O poder da abstração

(*) Claudemir Oribe é Mestre em Administração, Consultor e Instrutor de MASP, Ferramentas da Qualidade e Gestão de T&D. E-mail claudemir@qualypro.com.br.

06/08/2018

"Penso 99 vezes e nada descubro. Deixo de pensar, mergulho no silêncio, e a verdade me é revelada."

Albert Einstein

 

No filme o Óleo de Lorenzo, filme dirigido por George Miller que conta a história real de um menino acometido de uma doença incurável, há uma cena em que seu pai - Augusto Odone, papel estrelado por Nick Nolte, subitamente desperta de seu sono com uma descoberta reveladora: a explicação bioquímica para a doença de seu filho. O senhor Odone estava há meses tentando resolver o enigma que nenhum cientista ainda tinha conseguido, sobre como a doença evolui, para tentar encontrar uma forma de detê-la e salvar seu filho. Esta cena ilustra o que parece ser um fato da vida: chega um momento em que, pensar demais em alguma coisa que se pretende, pode ser não apenas cansativo, mas também contraprodutivo.


Um dos primeiros passos para resolver um problema complexo é compreender o fenômeno da forma mais completa possível para, em seguida, tentar encontrar um ponto de bloqueio ou interrupção para impedir que toda a relação causal avance e provoque o efeito indesejável. Esse esforço de elucidação costuma ser precedido de observações e coleta de evidências, além de estruturado na forma de diagramas, que hipotetizam todo o mecanismo da problemática envolvida. Acontece que, quando o problema é realmente difícil de resolver, as pessoas se esforçam bastante para encontrar hipóteses plausíveis, o que demanda altas doses de energia intelectual. Com o cansaço mental, o raciocínio pode ficar mais lento e desatento provocando nas pessoas desânimo, impaciência, irritabilidade e dificuldade de se relacionar entre si. Isso ocorre porque, a ciência parece estar descobrindo aquilo que nosso senso comum já sabe: pensar realmente cansa.


Baixe o Artigo completo!!!

Faça o download deste artigo (PDF)

Somente clientes logados podem enviar comentários.

Comentários

Últimos Artigos

Pensar dói?

04/01/2019

Algumas pessoas tendem a evitar problemas que aparentam ser de difícil solução. No entanto, começar um trabalho pode ser mais difícil do que o trabalho em si.

Reuniões: ruim sem elas, melhor com elas

04/12/2018

A resolução de um problema complexo é, antes de tudo, um processo social, cuja dinâmica pode influenciar o resultado.

O todo e a soma das partes

08/11/2018

Reuniões podem ser altamente produtivas ou improdutivas, mas são inevitáveis num projeto de melhoria usando MASP. Então, é melhor se preparar.

O risco de não fazer

03/09/2018

O empreendedorismo interno é um recurso que potencializa a capacidade humana no trabalho e pode ser concretizada com a aplicação do MASP.

O poder da abstração

06/08/2018

Tão importante quanto usar sua capacidade intelectual para compreender um problema, e encontrar uma solução, é deixar de pensar nele de vez em quando.