Artigos

Descrição e Análise Detalhada do MASP

(*) Claudemir Oribe é Mestre em Administração, Consultor e Instrutor de MASP, Ferramentas da Qualidade e Gestão de T&D. E-mail claudemir@qualypro.com.br.

04/08/2016

O que é o Método de Análise e Solução de Problemas - MASP
Explorar a fundamentação do Método de Análise e Solução de Problemas não é tarefa fácil. A literatura disponível, quase sempre foi publicada em outros países sendo, portanto em outra língua e de difícil obtenção1, ou abordam o tema de maneira superficial2 ou, embora sejam de autores com reconhecimento notório na Qualidade, nem abordam tratam do assunto3. Além disso, a literatura se compõe predominantemente de uma abordagem instrumental, destinada à orientação de profissionais na utilização do método para resolver problemas organizacionais, com pouca preocupação no estudo da base de fundamentação teórica. Estudos acadêmicos também4 constaram o mesmo fato e que, apesar de existirem vários textos, poucos se apresentam de forma analítica e estruturada.
O MASP é um caminho ordenado, composto de passos e sub-passos pré-definidos para a escolha de um problema, análise de suas causas, determinação e planejamento de um conjunto de ações que consistem uma solução, verificação do resultado da solução e realimentação do processo para a melhoria do aprendizado e da própria forma de aplicação em ciclos posteriores. O MASP prescreve como um problema deve ser resolvido e não como ele é resolvido, contrapondo dois modos de tomada de decisão que Bazerman (2004) denomina de “modelo prescritivo” e “modelo descritivo”. O MASP segue o primeiro modelo (prescritivo) e, por esse motivo, é também definido como um modelo racional. Partindo também do pressuposto de que toda solução há um custo associado, a solução que se pretende descobrir é aquela que maximize os resultados, minimizando os custos envolvidos. Há portanto, um ponto ideal para a solução, em que se pode obter o maior benefício para o menor esforço, o que pode ser definido como decisão ótima5.
A construção do MASP como método destinado a solucionar problemas dentro das organizações passou pela idealização de um conceito, o ciclo PDCA o qual será visto mais adiante, para incorporar umconjunto de ideias inter-relacionadas que envolvem a tomada de decisões, a formulação e comprovação de hipóteses, a objetivação da análise dos fenômenos, dentre outros, o que lhe confere um caráter sistêmico.
O MASP é a versão brasileira do método de solução de problemas japonês denominado QC-Story. O QC Story foi criado para reportar de trabalhos de melhoria da qualidade visando apresentação, troca de experiências e aprendizado. É, portanto, um método descritivo. Posteriormente, percebeu-se que o projeto de melhoria poderia ser realizado dentro daqueles passos desde o início, o uqe fez dele um método de contornos prescritivos.
Assim, o MASP é um método prescritivo, racional, estruturado e sistemático para o desenvolvimento de um processo de melhoria num ambiente organizacional, visando solução de problemas e obtenção de resultados otimizados. O MASP se aplica aos problemas classificados como “estruturados”6, cujas causas sejam comuns7 e soluções sejam desconhecidas8, que envolvam reparação, melhoria9 ou performance10 e que aconteçam de forma crônica11. Pode-se perceber que para serem caracterizados da forma acima, os problemas precisam necessariamente possuir um comportamento histórico. Devido à esse fato, o MASP se vale de uma abordagem que se caracteriza como “reativa”12, o que contrasta com a abordagem “proativa” necessária aos problemas de engenharia13 ou de concepção14.
O Método de Análise e Solução de Problemas - MASP é a forma que o QC-Story é denominado no Brasil. O Método de Análise e Solução de Problemas, sem o substantivo “Identificação” parece ser uma simplificação da denominação genérica de MIASP. Essa omissão não tem como propósito qualificar o MASP como uma redução do termo genérico, pois conforme será visto mais adiante, o método inclui uma etapa denominada “Identificação do Problema”, que contém as atividades necessárias para focar a concentração das pessoas envolvidas, num problema específico e de contornos bem delineados. Assim, a supressão do termo “identificação” do problema foi feita provavelmente por uma questão de simplificação ou de pronúncia do acrônimo. Vale lembrar que o INDG15 utiliza em seu glossário o termo Método de Solução de Problemas (MSP) para designar o método que será descrito a seguir.
Baixe o artigo completo em PDF.

Faça o download deste artigo (PDF)

Somente clientes logados podem enviar comentários.

Comentários

Últimos Artigos

Pensar dói?

04/01/2019

Algumas pessoas tendem a evitar problemas que aparentam ser de difícil solução. No entanto, começar um trabalho pode ser mais difícil do que o trabalho em si.

Reuniões: ruim sem elas, melhor com elas

04/12/2018

A resolução de um problema complexo é, antes de tudo, um processo social, cuja dinâmica pode influenciar o resultado.

O todo e a soma das partes

08/11/2018

Reuniões podem ser altamente produtivas ou improdutivas, mas são inevitáveis num projeto de melhoria usando MASP. Então, é melhor se preparar.

O risco de não fazer

03/09/2018

O empreendedorismo interno é um recurso que potencializa a capacidade humana no trabalho e pode ser concretizada com a aplicação do MASP.

O poder da abstração

06/08/2018

Tão importante quanto usar sua capacidade intelectual para compreender um problema, e encontrar uma solução, é deixar de pensar nele de vez em quando.